Vem Corinthians!

Overmundo
1
LFMarques · São Paulo, SP
21/12/2012 · 30 · 0
 

VEJA A GALERIA COMPLETA: http://bit.ly/VemCorinthians

"Se você vem com amor, vai receber amor, mas os caras chegam em mil, armados até os dentes e na defensiva, como eles esperam que não vai haver confusão?", dizia um torcedor pouco antes da saída do ônibus.


A cavalo, a pé, de moto ou em camburões, mais de 1500 homens da Polícia Militar participaram da operação de escolta do time do Corinthians entre o aeroporto de Guarulhos, onde o avião pousou, até o Campo de Marte, onde a comemoração se encerrou. Durante o trajeto, pessoas de todos os lados vinham por curiosidade ou para procurar a delegação, que em seu trajeto não seguiu nada do que a programação divulgada no dia anterior tinha previsto. O clima era misto de tensão e alegria: um policial tentava tirar o bandeirão da mão de um dos torcedores, que completo de auto-estima reagiu: "não vai tira minha bandeira não, mano, eu sou campeão mundial!". O policial recuou e a festa seguiu com várias quase-confusões que não explodiram.

Em um jogo histórico ocorrido no último dia 16, o Corinthians venceu o Chelsea, da Inglaterra, por 1 a 0 e se consagrou campeão do mundo, fechando uma narrativa de muitas conquistas nos 5 anos que se passaram depois de o clube ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. Este ano, o clube venceu a Taça Liberdadores da América de forma invicta, ganhando vaga para o Mundial de Clubes onde se sagrou campeão, lavando a alma de milhões de pessoas por todo o Brasil.

O grito "Vai Corintias!", memetizado há muito tempo em território brasileiro, foi reconhecido internacionalmente nas ultimas semanas quando o Corinthians --e os corintianos-- ocuparam o Japão por conta do Mundial de Clubes da FIFA. O torneio disputado em terras orientais consagrou, além dos jogadores, a fanática torcida corintiana, tão sofrida, caçoada e com uma estética singular, que se revelava nas várias faixas espalhadas pelo estádio com nomes de favelas de São Paulo e nas expressões dos mais de 30 mil alvinegros presentes no estádio de Yokohama.

"A gente ouvia as histórias de gente que vendeu o carro, que vendeu a casa, que fez vários sacrifícios só pra poder estar aqui vendo o jogo, e isso fica na nossa cabeça durante o jogo. Eu tinha que dar nada menos que o meu máximo pra que essas pessoas possam se sentir felizes", disse o jogador Paolo Guerrero, autor do gol da vitória, após o jogo.


O retorno da delegação campeã ocorreu ontem pela manhã, e causou apreensão na Polícia Militar, que queria evitar a confusão ocorrida há semanas no mesmo aeroporto. O grande efetivo se somava às notas oficias recomendando que os torcedores não fossem ao aeroporto, apresentando uma programação a partir de 12h, com a saída de um carro aberto transportando a delegação desde a Avenida Tiradentes.

"O Corinthians é diferente, cara, de repente as pessoas surgem e você não sabe de onde veio", dizia mais um torcedor no caminho para o Campo de Marte, enquanto centenas de motoboys acompanhavam o caminho do trio elétrico comemorando também o contato com os campeões.


O proposital desencontro de informações fez com que ninguém soubesse exatamente para onde iria o ônibus do clube, nem o que faria depois. O maior guia eram os helicópteros televisivos que sobrevoavam a multidão com câmeras. Depois de encontrar o governador Geraldo Alckmin, santista, e o prefeito Gilberto Kassab, são paulino, o trio saiu 3 horas antes do previsto e, pela TV, a antecipação da festa, uma multidão de corintianos correu até a Avenida Tiradentes, na altura do Batalhão da ROTA, para acompanhar o trio com os campeões mundiais.

No fim do dia, a sensação geral era de que a mobilização poderia ter sido muito maior. A confusão, tão temida e esperada pelos "vândalos das torcidas organizadas", não aconteceu. Ainda assim, armas calibre 12, balas de borracha, bombas de gás lacrimogênio, carros e cachorros da tropa de choque, e um grande contingente de PMs estava pronto pra aproveitar o primeiro deslize.

Apesar dos "se" que marcaram a festa, o time dos operários, das faxineiras, dos motoboys, dos flanelinhas, dos moradores de rua, das putas e de tantos outros precariados venceu. Venceu pela torcida, melhor do mundo, implacável em estar sempre ao lado.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Polícia no portão do Lago (Guarulhos) zoom
Polícia no portão do Lago (Guarulhos)
Muitas motos presentes na comemoração do título mundial zoom
Muitas motos presentes na comemoração do título mundial
Gaviões da Fiel presente zoom
Gaviões da Fiel presente
Torcedor emocionado com a chegada do Corinthians zoom
Torcedor emocionado com a chegada do Corinthians
Sorrisos acompanhando o trio elétrico zoom
Sorrisos acompanhando o trio elétrico
Sinalizadores no aguardo do time zoom
Sinalizadores no aguardo do time

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados