Debate sobre o tráfico de escravos

1
Projeto Paralelo · Rio de Janeiro, RJ
24/9/2014 · 1 · 0
 

Um dos principais motores da economia no século XIX, o comércio de escravos é tema do Biblioteca Fazendo História deste mês. O encontro acontece na quinta, dia 25, às 16h, no Auditório Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional. Participam a historiadora Joice Santos, pesquisadora da Revista de História da Biblioteca Nacional, e o professor da UFF, Alexandre Vieira Ribeiro, co-organizador de “Estudos africanos: múltiplas abordagens”.

O comércio escravista durou quase quatro séculos e movimentou mais de 12 milhões de seres humanos. A prática, já comum na África mesmo antes da chegada dos europeus, tinha claros interesses econômicos, que eram disfarçados nas justificativas de civilização dos bárbaros e conversão ao cristianismo.

Quem não puder ir até a Biblioteca Nacional terá a possibilidade de acompanhar o debate ao vivo pelo Twitter da revista, http://twitter.com.br/rhbn, e a transmissão simultânea pelo Instituto Embratel, www.institutoembratel.org.br. Após o evento, serão distribuídos aos alunos certificados de participação que valem como horas de atividades complementares em suas universidades. Além disso, será sorteada uma assinatura anual da revista.

Publicada pela Sociedade de Amigos da Biblioteca Nacional – SABIN -, a Revista de História da Biblioteca Nacional é vendida nas bancas de todo o país e tem 110 mil exemplares distribuídos mensalmente para todas as escolas públicas do Brasil. Há nove anos a Revista conta com o patrocínio da Petrobras, a maior empresa brasileira e maior patrocinadora da cultura nacional.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados