Qual o objetivo da tortura?

1
Blog Comunistas · Belford Roxo, RJ
7/11/2011 · 0 · 0
 

Qual o objetivo da tortura?

Enviado por Douglas Prima (http://www.comunistas.spruz.com/profile/Prima/)



O texto que se segue é um comentário sobre um blog da página http://www.comunistas.spruz.com/ que fala sobre a tortura aplicada especificamente a uma pessoa durante o período da ditadura militar no Brasil. Para que fique mais claro o que será falado aqui, sugiro que leiam o post antes. O tema é "Poderia ser sua filha, irmã, sua namorada...

Siga o link:

http://www.comunistas.spruz.com/pt/Poderia-ter-sido-sua-filha-sua-irm-sua-namorada/blog.htm

Assustador! Parece até aquelas histórias de filmes americanos. Gostaria que fosse apenas um filme e que desejaria muito que não fosse verdade. Mas, infelizmente é. Assim, desejo que se torne realidade o seu intento: justiça. Entretanto, mesmo que se faça justiça, uma coisa jamais será modificada: a barbaridade e crueldade ocorrida com Nilda. (e com muitos outros). Como um ser humano chega a esse ponto? Como pode torturar outro ser como ele e não sentir ao menos remorso? Pessoas assim, devem se sentir muito mal consigo mesmas, do contrário, não têm o direito de serem chamadas pessoas. São animais, bichos ou coisa pior. Fizeram o mal. Certo. Em troca de quê? Creio que nem mesmo você, Eduardo, que conhece tão bem bem a história da ditadura e suas barbaridades, conseguiria me explicar por que a crueldade humana deveria ter ido a um extremo tão palavroso, redundante e vazio. Qual a causa disso e o que esses monstros ganharam? Entendo que, hoje, existam pessoas que lutem pela justiça e que esperem um acerto de contas com os culpados. É elogiável. Mas, tente me entender: em uma guerra, é necessário matar, para que não sejas assassinado. De certa forma, justifica o crime. É matar ou morrer. Agora, no caso acima citado... meus olhos chegam a encher de lágrimas só de pensar na imensa covardia aplicada por esses crápulas, bastardos e covardes, que se aproveitavam de uma causa política para praticar suas devassidões grosseiras contra outros. Não acredito, Eduardo, por mais que te pareça errado ou grotesco, que apenas uma causa política, levaria a tremendo absurdo. Soma-se ao fato a libertinagem que a circunstância levou e a pura crueldade daqueles a quem se concedia poder. Eu acredito, sem demagogia, que mesmo uma ditadura, como a que tivemos, poderia ter sido mais suportável se as pessoas envolvidas (digo nos mais baixos escalões também) tivessem sido outras. O problema, sem isentá-la, obviamente, não foi apenas a ditadura em si, mas, o fato de a ditadura ter sido aplicada (incluo os mais baixos escalões também) por sociopatas tiranos e doentes, que, deliberadamente, sentiam prazer em realizar atrocidades contra terceiros. Seria culpa dos métodos americanos de treinamento sob tortura? As técnicas de tortura utilizadas no Brasil, ao contrário da idéia de que seriam improvisos dos que aplicam a tortura, têm na verdade, estreita ligação com técnicas desenvolvidas através de experimentos como os do Projeto MKULTRA. Técnicas trazidas para o Brasil e América Latina, através de treinamento e treinadores americanos, estão contidas nos Manuais KUBARK utilizados para treinamento de militares e agentes de segurança brasileiros na Escola das Américas além de em outros programas de intercambio. Vários militares e agentes de segurança do Brasil receberam treinamento na Escola das Américas cujo nome foi modificado para Instituto do Hemisfério Ocidental para a Cooperação em Segurança. Vários membros da força policial brasileira foram treinados por especialistas em tortura que vieram para o Brasil com o objetivo de difundir os métodos e meios de interrogatório compilados pela CIA. Foi o caso do conhecido Dan Mitrione. A recente liberação pelo governo americano de uma lista parcial de nomes de participantes nos treinamentos da Escola revelou também o fato de que militares brasileiros treinaram e participaram de tortura inclusive no Chile. Ou seria apenas natural, já que, por séculos, podemos observar históricos de tortura? Ao invés de desumano, torturar é que pode ser humano. Desumano é se sentir enojado pelo bem estar causado pela dor alheia. Poder ser, levando em conta o que Pietro Verri, Iluminista sensível, descreve em seu livro, Observações sobre a Tortura, escrito entre 1770 e 1777, a respeito de um processo criminal realizado em Milão no ano de 1630. O “processo dos untores”. Em suma, o processo era sobre uma investigação que visava descobrir os culpados por uma barbaridade: espalhar a peste pelas ruas milanesas untando uma espécie de óleo nas paredes, contaminando, assim, quase toda a população. Eles só esqueceram que, se tal proeza fosse realmente possível, os disseminadores da peste deveriam ser os primeiros a se contaminarem. Ignorando esse fato, depois de muita luta, os governantes conseguem convencer a população a entregar quem aparentasse ser um disseminador da peste, oferecendo uma recompensa para o felizardo. Não demorou muito para que um certo Guglielmo Piazza, um inocente comissário do serviço sanitário, fosse acusado. Segue a narrativa:



Continue lindo no link:

http://www.comunistas.spruz.com/pt/Qual-o-objetivo-da-tortura/blog.htm

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados