Confesso que vivi, li e aprendi

1
W@nder · Rio de Janeiro, RJ
10/11/2022 · 0 · 0
 

Hoje comemoro 60 anos de vida vivida, gra?as a Deus!

Para resumir uma hist?ria de vida de 60 anos ? preciso fechar os olhos e lembrar muita coisa l? de tr?s. No Pequeno Pr?ncipe, Exup?ry diz que ?todas as pessoas grandes foram um dia crian?as ? mas poucas se lembram disso?. Acho que tive pouco tempo para ser crian?a.

Dentre as lembran?as, trago vivas figuras significativas: meus queridos pais, j? falecidos, pessoas simples, de grandes valores individuais muito presentes em mim. Lembro deles todos os dias da minha vida.

Da adolesc?ncia, trago recorda??es de um per?odo dif?cil e que se tornou um marco na minha maturidade precoce. O ano era 1976. Meu pai demitido ?s v?speras do Natal. Naquele final de ano, faltou de tudo para a minha fam?lia, menos dignidade e f?.

Em fevereiro de 1977, por for?a das circunst?ncias, aos 14 anos de idade, comecei a trabalhar em uma editora no bairro de S?o Crist?v?o/RJ. O sal?rio era pequeno, mas, em muitas ocasi?es, passou a ser a ?nica fonte de renda da fam?lia. Sa?a cedinho de casa e voltava j? tarde da noite. Levava comigo o beijo da minha m?e nas manh?s sempre escuras, ?s vezes frias e chuvosas, outras vezes quentes e abafadas. Levava tamb?m uma prece. Uma prece que rogava ao Divino Pai Celestial que guiasse, protegesse e, no final do dia, trouxesse de volta para casa, com seguran?a, o seu ca?ula que ela tanto amou em vida, e, com certeza, ainda ama l? do C?u.

E, dia a dia, as preces foram sendo atendidas...

Tanto tempo se passou desde ent?o...

Sei, que o passado, como o pr?prio nome diz, passou, mas, citando o grande poeta chileno Pablo Neruda, meu inspirador em Confesso que vivi ?tomei um caminho porque acredito que esse caminho nos leva, a todos, a essa amabilidade duradoura?. E ? desse caminho, ? dessa amabilidade duradoura que estou falando. Pois da mesma maneira que me marcou e mudou a minha trajet?ria de vida, talvez fique de li??o para que outras pessoas possam valorizar o seu passado e tirar dele os ensinamentos necess?rios para a sua realidade cotidiana!

Pois ent?o, cheguei aos 60 anos com a minha esposa L?a que ? o meu presente maior e parceira de vida, com essas ben??os que s?o a minha filha ?nica e absoluta L? e o meu neto querido Th?o, com as minhas queridas irm?s Vanda e Vera, sogra e sogro, genro, cunhados e cunhadas, sobrinhos e sobrinhas, primos e primas, tias, enfim, cheguei aos 60 anos com os amigos e os amores que a vida me deu...

E, fazendo as contas, descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que j? vivi at? agora! Tenho muito mais passado do que futuro! N?o tenho motivos para tristeza! Vou olhar para o passado com gratid?o, para o presente com alegria e para o futuro com muita f?, e ? claro, sem muita pressa!

Assim seja!

compartilhe



informações

Autoria
Wanderlei Motta
Downloads
58 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 3 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados