EGBERTO GISMONTI EM IDÉIAS, COERÊNCIA E ATITUDES

Instale o Flash Player para ver o player.
1
CStur · Rio de Janeiro, RJ
13/6/2007 · 38 · 1
 

Com sessenta discos gravados, centenas de músicas sofisticadas compostas, algumas de suas composições inclusive são reverenciadas por Al di Meola e muitos outros e já foram gravadas por outros grandes músicos como por exemplo John McLaughlin. Egberto Gismonti está aí abaixo, está na transcrição da entrevista realizada por telefone e concedida a Edson Wander, em Goiânia neste outono de dois mil e sete. Para que conheçamos um pouco do que é uma trajetória do grão em grão, vivida e contada pelo músico brasileiro, instrumentista, compositor e arranjador Egberto Gismonti. Em idéias, coerência, atitudes e se descrevendo numa trajetória de um artista do grão em grão, Egberto resumidamente explana a respeito de comportamento, futuros projetos como músico e de co-produções com a gravadora européia ECM e muitos outros detalhes a respeito da produção de musica no Brasil. Leiam no endereço (URL):

http://www.overmundo.com.br/overblog/ele-egberto

Você acha que a mídia CD vai morrer? Resposta (Egberto Gismonti): .... Acho que a pergunta melhor seria assim, "vai existir música?" (risos). Porque na levada que está aí, o cara que quiser tocar um piano, um violão, vai estar dentro da sala de um museu.

Quando você começou, a música instrumental no Brasil tinha um espaço que acabou. No entanto, há uma produção independente hoje que tem facilitado a produção desse tipo de música. Como avalia isso? Resposta (Egberto Gismonti): ....., para se começar uma carreira, é muito mais difícil do que há trinta anos, não tenha dúvida. Na realidade, a facilidade de antes é porque os chamados produtores, as gravadoras, estavam se instalando no Brasil e precisavam correr atrás dos artistas. ........ Vamos pegar aí João Bosco, Milton Nascimento, eu, todo mundo que começou nesse período, e se você espremer, vai ver que todos nós começamos gravando três, quatro, cinco discos, que não venderam nem 15 cópias, nem para nossas famílias vendíamos (risos). As companhias faziam contrato para fazer quatro, cinco discos. Elas precisavam arriscar

Tem algumas coisas suas no Youtube. Resposta (Egberto Gismonti): Eu sei, tem um monte delas. Toda hora me avisam e eu vou lá. Tem um troço, inclusive, que tá dando uma briga danada, que é um show junto com Charlie Haden que colocaram lá uns 45 minutos dele, quase todo o show......

E a Carmo não tem distribuição no Brasil... Resposta (Egberto Gismonti): Não, não quero também. No Brasil está dando muita confusão, tem muita safadeza com esse negócio de disco e eu não quero me aborrecer. Eu quero viver feliz. É só isso que eu quero agora. Depois de gravar tanto, de viajar tanto, só me interessa ficar feliz..

compartilhe



Embutir



informações

Autoria
CStur
Ficha técnica
Esta obra é derivada da entrevista concedida por Egberto Gismonti e realizada através do telefone por Edson Wander, neste outono de dois mil e sete, em Goiânia.
http://www.overmundo.com.br/overblog/ele-egberto
Downloads
287 downloads

comentários feed

+ comentar
crispinga
 

Saudades eternas do Egberto e seus shows vanguardistas!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 14/6/2007 13:20
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados