O Senado na Bienal - Por Haroldo Tajra

Dr. Haroldo Tajra em seu gabinete
1
Produção Anand Rao · Brasília, DF
13/8/2010 · 5 · 0
 

No dia 25 de janeiro, a cidade de São Paulo completou 456 anos. O maior município do país tem números de grande metrópole. São mais de 10 milhões de habitantes e uma economia, que é responsável por 33% do Produto Interno Bruto brasileiro. Mas além da grande capacidade produtiva, São Paulo também é uma cidade cosmopolita, acolhedora com gente de todos os lugares do Brasil e do mundo. Reconhecida por seus eventos culturais, a cidade é palco da XXI primeira Bienal do Livro, o maior evento literário do país.

Com 350 expositores nacionais e estrangeiros e 900 selos editoriais distribuídos numa área de 60 mil metros quadrados, a Bienal foi inaugurada no último dia 12 no Anhembi. O Senado mais uma vez participa desta grande festa cultural. Agora, com uma presença mais moderna. Obedecendo às novas concepções administrativas implementadas na casa, vamos apresentar na Bienal um mini-senado possibilitando aos visitantes, até mesmo, um tour virtual pelas dependências da instituição.

Depois de profundas mudanças administrativas, o Senado entra em nova fase, está mais perto da população. Neste ano, decidimos aumentar a participação do Senado principalmente em feiras literárias, inclusive no interior do país.

Na bienal de São Paulo, estaremos lançando vários títulos das Edições do Senado e Edições Técnicas. Poderia aqui discorrer sobre os mesmos, mas este tema foi objeto de entrevista que está sendo veiculada pela mídia. Quero sim informar que as publicações do Senado são feitas a preço de custo. A escolha das obras é feita por um conselho editorial que tem como Presidente, o Senador José Sarney, membro da Academia Brasileira de Letras, e como Vice-Presidente, o Professor Joaquim Campelo, renomado nos meios editoriais e literários.

As obras escolhidas, geralmente fora do catalogo das grandes editoras, têm profundo valor histórico-cultural e são impressas na Secretaria Especial de Editoração e Publicações do Senado, o que faz com que o custo seja reduzido. O resultado é que o preço final fica acessível às diversas camadas sociais do país.

Além de serem veiculadas nos eventos que participamos, todos podem adquirir as obras via internet, no site do Senado (www.senado.gov.br). Basta se cadastrar e solicitar a publicação. Vale ressaltar que não é cobrado frete pelo envio das publicações para o Brasil. Este é um outro fator que beneficia a todos os brasileiros aproximando ainda mais a instituição da população.Outra atitude desta administração foi estimular a publicação de livros elaborados pelo corpo funcional do Senado. Já estamos na fase da seleção das obras, que serão impressas nos moldes editoriais do Senado.

Também destaco o trabalho do Senado com as edições em Braille. A Casa tem um dos mais modernos parques gráficos Braille entre todas as instituições federais do país. Distribuímos, periodicamente, para várias instituições cadastradas lançamentos mensais em Braille. Nas feiras literárias, como a Bienal, o Senado promove o “evento Braille”, onde distribui coleções de publicações tecno-jurídicas para três instituições que trabalham com deficientes visuais. E uma forma de mostrar a preocupação do Senado com a inclusão social de todos os brasileiros.

Enfim, tenho orgulho em gerir uma instituição com um corpo funcional absolutamente qualificado e que, a cada dia, está mais perto dos brasileiros, seja através das letras, ou dos nossos veículos de comunicação, que possibilitam a todos conhecer o trabalho e as atividades do Senado.

Haroldo Tajra
Diretor-Geral do Senado Federal

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados