Virada Cultural

http://viradacultural.org/
1
Marien · São Paulo, SP
13/5/2009 · 7 · 2
 

Por que será que retiraram o palco do rap?

Acho que é obvio... A intenção da virada cultural apesar de realizar shows gratuitos é trazer para o antigo centro de São Paulo a elite cultural do estado. Um modo de fazer isso de forma imperceptível é a escolha das atrações, regada de muito MPB, samba de raiz e música eletrônica.

Não pude ver a virada este ano, mas no ano passado, o que era aquele espaço psicodélico de música eletrônica, onde todos dançavam alucinadamente com seus fones de ouvidos, o que aos olhos do público pareciam dançar sem musica... Um lance muito londrino... Eu particularmente adorei, bem urbano, moderno... Mas peralá, São Paulo é constituído por pessoas provenientes de todos os cantos do Brasil, que na emigração trazem suas culturas e gostos musicais com eles. Não é a toa que a banda Calipso é uma das bandas que mais vendem cd no país (sem falar nos CDs piratas).

A retirada do palco rap, um som que entre os sons ouvidos na periferia ainda é aceito, pois ao menos é visto pela nata intelectual como rimas inteligentes e que contestam a dada beleza e felicidade do Brasil e dos brasileiros, respectivamente, reitera a exclusão cultural da virada cultural.

Não contesto a importância do evento, porem não é simplementes pelo fato do evento ser uma das poucas realizações culturais de grande porte no Brasil que não podemos fazer críticas construtivas. O problema de segurança ocorrido no show dos Racionais em 2007 serviu apenas de argumento para a retirada do palco. Tanto que no ano de 2008 as atrações de hip-hop foram realizadas sem nenhum grande problema de "segurança" no parque Dom Pedro. Quando um evento nesse porte, que utiliza a ecleticidade cultural como alicerce, deixa de lado sons e culturas nacionais não podemos dizer que é um carnaval, tá mais para catequização do povo “bárbaro” e “sem cultura”.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Higor Assis
 

Concordo com bastante coisa que você diz, porém descordo de colocar o samba ai no meio.

No ano passado o palco estava a todo vapor, mas neste ano o samba também foi substituido, por sinal foi jogado para o lado da praça da luz, bem pra lá. O rap estava onde tudo começou - metro são bento. Fiquei por 15 minutos, só isso porque não era apresentações e sim só um dj tocando música internacional, porém mais cedo havia os bboys.

Como você escreve acertadamente - o centro esta virando em toda virada cultural um reduto e bacaninhas, uma pena, pois que o ajudou a construir e ergue-lo foi os que hoje estão nas extremidades da capital.

Higor Assis · São Paulo, SP 11/5/2009 17:13
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Marien
 

Oi Higor... Não fui no evento este ano então não estava sabendo da situação do samba.Obrigada pela informação! Mas de qualquer forma, como você mesmo disse em um outro comentário, o samba mais prestiago na virada do evento é o samba de Beth Carvalho, samba partido alto, pagode e samba de escola de samba nem cheiro!

Marien · São Paulo, SP 11/5/2009 18:00
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados