A Última Bomba Atômica - 30ª Mostra de Cinema SP

Fuzileiros Navais dos E.U.A./ Todos os direitos reservados
Nagasaki, Japão. 24 de setembro de 1945, 6 semanas após a bomba
1
Fernando Mafra · São Paulo, SP
25/10/2006 · 78 · 2
 

Quando tinha cerca de 13 anos comentei com meu pai que o ensino de História não tinha qualquer propósito real, ele falou que eu estava enganado. Mais tarde, com cerca de 16, o então namorado de minha irmã falou a mesma coisa, eu o chamei de ignorante.

Creio ser simples assim. Me interesso sobre batalhas históricas, a natureza da guerra, estratégias militares e o drama por trás disso tudo. Depois de ler o manga Gen – Pés Descalços comecei a me interessar cada vez mais em entender os horrores da guerra, em especial agora que namoro uma descendente de hiroshimenses (?).

Então esse filme era obrigatório na minha passagem pela Mostra. E digo agora que é obrigatório a todos, dentro e fora da Mostra. A questão mais importante do filme é: Quando os últimos Hibakusha (sobreviventes das bombas) se forem, quem contará suas histórias? - A mesma pergunta é valida aos sobreviventes do Holocausto, à vítimas de Napalm e Agente Laranja, e assim por diante.

Assim o filme relata as histórias desses Hibakusha, e da luta deles e de jovens estudantes na tentativa de conscientizar o mundo e seus líderes de que bombas atômicas são cruéis e desnecessárias. Isso forma o grosso do filme, que é temperado com análises políticas e históricas das razões e circunstâncias por trás do lançamento das bombas. E é claro que a grande questão: foi realmente necessário?

O filme corre com um excelente ritmo e seleciona excelentes, e algumas chocantes, imagens de arquivo para ilustrar todo o horror vivido por aqueles que não morreram instantaneamente.

Há momentos dramáticos de marejar os olhos de espectadores mais sensíveis, mas sem apelos baratos à emoção. Em uma cena importante logo no começo uma pacifista compara todo o poderio de guerra utilizado na 2ª guerra com o arsenal atômico existente hoje e creio que o filme falhou em não seguir a recomendação dela de fechar os olhos, além desse ponto apenas senti falta de algo mais memorável na cena final.

Por enquanto, empatado com El Laberinto Del Fauno, esse é o melhor filme que vi na mostra.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Thiago Camelo
 

Opa Fernando! Muito bacana falar sobre a Mostra aqui no Overmundo. Fico esperando mais textos seus aqui sobre o evento. Um abraço!!

Thiago Camelo · Rio de Janeiro, RJ 23/10/2006 14:07
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Fernando, estou achando ótimos os seus textos sobre a Mostra - fundamentais para quem, como eu, não está podendo, infelizmente, ver os filmes.
Keep up the good job, man!

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 25/10/2006 18:16
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados