Cultura itinerante e ao alcance de todos

Bruno Garmatz
Praça dos Artistas na Orla Taumanan, importante ponto turístico da cidade
1
Cadu Bafutto de Moura · Boa Vista, RR
28/10/2006 · 82 · 0
 

Desde setembro de 2005 artistas de vários segmentos em Boa Vista (RR) contam com um espaço itinerante onde podem expor seus trabalhos. Trata-se da "Praça dos Artistas", uma feira cultural que percorre 14 praças e espaços comunitários da cidade nos finais de semana.

A primeira temporada do projeto aconteceu de 16 de setembro a 17 de dezembro de 2005 com grande aceitação dos artistas e da comunidade. Na ocasião participaram 30 grupos entre capoeiristas, dançarinos, grupos folclóricos e de teatro, além de contadores de histórias, palhaços, cantores e mais de 25 artesãos.

Em janeiro de 2006 o projeto passou por algumas modificações incluindo o Festival de Calouros (um projeto da Guy-Bras Produções) em suas atividades e atraindo um número significativo de pessoas interessadas em mostrar seu talento musical.

Nesta temporada, devido à grande procura por parte dos artistas locais o projeto precisou disponibilizar mais espaço para as atividades, duplicando o número de apresentações e dando mais destaque à comercialização do artesanato regional. São shows musicais, peças de teatro e as mais inusitadas manifestações culturais.

Para as crianças, tem Feira Cultural Infantil com palhaços, oficinas de brinquedos, pintura e mímicos. A programação infantil garante que um grande número de famílias compareça para trazer suas crianças.

No evento, é montada uma pequena feira com barracas de comidas típicas da região Norte, além de quitutes e doces variados. Na mesma feira, podem ser encontrados artesanato, peças em crochê, bonecas e bichinhos em tecido, lã ou biscuit além de peças confeccionadas por indígenas de diferentes etnias de Roraima.

O artesão Átila Azevedo produz peças de madeira entalhada. Para ele, o projeto é importantíssimo para a cultura regional. “Muitas vezes nossos artesãos não têm onde mostrar seu trabalho. Aqui temos um local de boa circulação para expor. O projeto ajuda muito na divulgação do nosso trabalho. Isso para não falar na questão da geração de renda. O público tem correspondido e minhas vendas aumentaram”, comemora.

Segundo Zanny Adairalba, diretora da Divisão de Artes da Fetec (Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura), ligada à Prefeitura de Boa Vista, o objetivo da Praça é despertar maior interesse da população pela cultura regional. “Para isso procuramos concentrar no mesmo evento diferentes expressões artísticas como música, teatro, artesanato, entre outras. Assim, conseguimos reunir mais pessoas com interesses distintos e que agora têm a oportunidade de ver outras vertentes artísticas”, conta.

O primeiro passo do projeto foi um amplo cadastramento dos artistas da cidade realizado pela Fundação, que publicou anúncios em jornais convidando todos aqueles que desenvolvem qualquer tipo de arte para se cadastrar. Hoje, o projeto envolve mais de 100 profissionais entre músicos, artesãos, atores, técnicos e pessoal de logística.

Com o cadastro em mãos, a Fetec estreitou a relação com os artistas, o que facilitou o apoio à classe. A Fundação fornece a estrutura para as apresentações e para a Feira de Artesanato, além de fazer a divulgação por meio da Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

Na última edição do projeto, a banda Yekuana foi uma das atrações musicais. Apesar da maioria de seus integrantes terem vindo de bandas de rock, eles evitam rótulos. “Procuramos a diversidade musical em nossas composições”, conta Rhayder Abensour, guitarrista da banda. “Gostamos muito de participar da Praça dos Artistas. A estrutura permite boa interação com o público. O projeto está antenado a novos nomes de todos os estilos, mas com uma coisa em comum: o talento. Para mim, o grande barato da Praça é essa diversidade de gêneros e estilos”.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados