Marcílio Moraes estreia no cinema

Eduardo Quental
A Pedra da Gávea será uma das locações do filme O Crime da Gávea
1
Projeto Paralelo · Rio de Janeiro, RJ
14/5/2012 · 0 · 0
 

A partir desta terça-feira, dia 15 de maio, as ruas da Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro, o Jockey Club, o Jardim Botânico, a Pedra da Gávea, e a PUC, entre outras locações do bairro, servirão de cenário para as filmagens do longa-metragem O Crime da Gávea, baseado no romance homônimo de Marcílio Moraes.

É ele quem assina a adaptação do roteiro e a direção é de André Warwar. Este é o primeiro longa-metragem dos dois profissionais, que tem seus nomes ligados a produções para TV: Marcílio escreveu novelas e seriados para a TV Globo e, nos últimos anos, para a TV Record, e André é diretor de imagens da TV Globo.

Simone Spoladore e Ricardo Duque são os protagonistas desta história de amor e mistério, com aguda visão crítica da sociedade brasileira e reflexões de caráter existencial. Também fazem parte do elenco as atrizes Aline Fanju e Tessy Callado e os atores Silvio Guidanne, Celso Taddei, Almir Telles e Roberto Berindelli. A produção é da MD produções Artísticas.

A direção de fotografia é de Inti Briones, um dos mais importantes nomes do cinema chileno. Com mais de 20 longas no currículo, Briones ganhou o prêmio Pedro Sienna de melhor diretor de fotografia pelo filme El Cielo, la tierra y la lluvia, de José Luis Torres Leiva, em 2009, e pelo filme Ilusiones Ópticas, de Cristián Jiménez, em 2010.

Sinopse O Crime da Gávea:
Paulo encontra a mulher assassinada. A filha de 3 anos está ao lado, incólume. Paralelamente à polícia Paulo investiga o crime e acaba se perdendo no labirinto de suas próprias contradições. Será vítima, suspeito, detetive, juiz e carrasco. O final ambíguo remete às perversões da nossa sociedade.

Currículos:


AUTOR-ROTEIRISTA - MARCÍLIO MORAES é escritor, dramaturgo e autor-roteirista. Estudou Letras na antiga Faculdade Nacional de Filosofia. Foi professor, tradutor, jornalista, crítico de teatro, publicitário, revisor, dicionarista e trabalhou um tempo na Fundação de Arte – Funarte. Autor de inúmeras novelas de sucesso, iniciou sua carreira como contista em 1969. Em 1974 começa a escrever para teatro. Na década de 80 passa a escrever para a televisão, com novelas de sucesso, como “Roque Santeiro”, “Roda de Fogo”, “Sonho Meu” e “Irmãos Coragem”, e as minisséries “As Noivas de Copacabana”, “Dona Flor e seus Dois Maridos” e “Chiquinha Gonzaga”, na Rede Globo; “Essas Mulheres”, “Vidas Opostas” e “Ribeirão do Tempo”, e a minissérie “A Lei e o Crime”, na Rede Record. Seu primeiro romance, “O Crime da Gávea”, foi publicado em 2003. Foi também presidente da AR – Associação de Roteiristas.

DIRETOR - ANDRÉ WARWAR: iniciou sua carreira audiovisual como editor e graduou-se em cinema em 2000, quando dirigiu e lançou seu primeiro curta-metragem, “A Truta”, premiado em diversos festivais, como o Festival Internacional de Curtas de São Paulo e a Mostra Curto-Adoidado em Santa Teresa. Na sequência, dirigiu, roteirizou e produziu “Cena 1”, que foi o único filme independente a participar do Festival de Cinema Brasileiro Contemporâneo da Universidade de Brown, nos EUA. Como documentarista dirigiu o filme “O Preço da Fé”, com o qual foi convidado para participar do Meeting Audiovisual Brasil-Europa na Bélgica em 2004. Além de projetos autorais, Warwar dirigiu videoclipes, comerciais e institucionais neste período.

Em 2005 entrou para a TV Globo, onde atua até hoje como diretor de imagem. Depois de mais de seis anos longe do cinema, retorna com o curta-metragem “Retrato Falhado”, um projeto independente em que mescla seus conhecimentos de linguagem cinematográfica com a rapidez e o senso pratico que o trabalho em televisão lhe deu. É o primeiro filme brasileiro filmado e exibido na tecnologia 4K. O filme, que contou com nomes como Jorge Fernando, Claudia Raia e Suzana Pires no elenco, foi Hors-Concours no Festival do Rio 2011.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados