Discutindo a relação no Revista

Tota Paiva
Maria Luisa recebe a atriz e diretora Maria Ribeiro no estúdio do programa
1
Projeto Paralelo · Rio de Janeiro, RJ
14/12/2011 · 6 · 0
 

O Revista deste sábado vai mostrar que, também no cinema, nem tudo é alegria quando o assunto é relacionamento. Se no início só existe encantamento e descoberta, logo surgem os conflitos, as disputas de poder e as tão temidas traições. A incompreensão, especialmente quando se trata de amantes do mesmo sexo, também é elemento presente nas narrativas.

A convidada para um bate-papo no estúdio já passou por muitas discussões de relação na telona, no papel de esposa do Capitão Nascimento, em Tropa de Elite. Recentemente, Maria Ribeiro protagonizou cenas quentes de sexo ao lado do marido Caio Blat, no filme Histórias de Amor Duram 90 minutos. Ela conta no programa como foi contracenar com o marido e responde se algum filme já foi motivo para “discutir o relacionamento”. Maria também fala sobre seus futuros projetos no cinema.

O público ainda confere nesta edição uma reportagem sobre os bastidores de 180º, primeiro longa do diretor Duda Vaisman. O filme conta a história de três jornalistas que se envolvem em um triângulo amoroso, em meio à disputa pela autoria de um livro best-seller. O diretor fala no programa como lidou com um orçamento limitado e ainda assim conquistou importantes prêmios, como o do Júri Popular de Gramado, em 2010.

Outro estreante em longa-metragem será entrevistado pelo programa. Gustavo Falcão já dirigiu sete curtas autorais, além de participar de outros tantos como produtor de finalização e produtor executivo. Em Nove Crônicas para um Coração aos Berros, o diretor mostra através de nove histórias o vazio provocado pelo abandono.

Na ficção, quem faz sua estréia como diretor é Marcos Prado, com o longa Paraísos Artificiais, produzido por José Padilha. O Revista traz uma entrevistas com os diretores e atores do filme, que conta a história de amor de Nando e Érika, personagem interpretada por Nathália Dill.

Ainda nesta edição, o poeta e diretor Caio Sóh fala sobre o longa Teus Olhos Meus. Com temática essencialmente homossexual, a narrativa retrata ainda a violência doméstica e o momento em que um jovem precisa definir seu futuro. O público vai saber como o diretor não gastou um real sequer para realizar o filme, que estreou no Festival de Los Angeles, e já levou os prêmios de melhor filme, melhor roteiro, melhor trilha sonora, composta por Maria Gadu, melhor ator para Emílio Dantas, e melhor atriz para Paloma Duarte.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados