Grito Rock Petrópolis

Matheus Quinan
Grito Rock Petrópolis
1
Rafael Lage · Niterói, RJ
5/2/2013 · 2 · 1
 

Nesta sexta-feira, 08 de Fevereiro, acontece na Boate Savana a 3ª edição do Grito Rock Petrópolis (RJ). Será um evento de artes integradas, com apresentação de bandas de rock, exposições de fotografia, vídeos, artes plásticas, poesia e outras intervenções artísticas.

Dentre as principais atrações, o Grito Rock Petrópolis recebe o multi-artista Felipe Ricotta com o projeto Rico Jackson & AMAQUINABERRADORA, duelo sonoro entre Ricotta e um baterista convidado, produzindo material inédito em cima do palco no calor do momento a cada show, em um projeto de punkjazzintuitivo. O projeto surgiu em 2009 e desde então Ricotta já dividiu palcos com músicos renomados, como Nervoso (Matanza, AcabouLaTequila, BeachLizards) e Felipe Maia (Edgard Scandurra, Júpiter Maçã), dentre outros.

Da cidade de Niterói, vem a banda Nardones, com seu Horror Punk baseado em contos de horror, clássicos B do cinema internacional, histórias macabras e baladas aceleradas, tocadas por veteranos músicos niteroienses, trazendo influências do punk-rock à la Misfits, somada a traços do metal, tudo registrado no EP "Quase Indolor" (2012).

Diretamente de Petrópolis, a Itsari situa-se entre o peso do metal e a energia do hardcore sem, entretanto, prender-se a um rótulo específico. A banda já se apresentou em diversos festivais brasileiros, como o DemoSul (Londrina – PR) e em duas edições do paulistano Kool Metal Fest. Lançou em 2003 o clipe de "Loony by Chy", bastante veiculado pela MTV brasileira. Desde então, fez apresentações ao lado de bandas como Throwdown (USA), No Turning Back (Holanda) e The Black Dahlia Murder (USA) e trouxe à vida o álbum Imperial, lançado pelo selo paulistano Travolta Discos em 2007.

Também de Petrópolis, a Roots of Hate é uma banda de thrash metal com influências de Slayer, Sepultura, Metallica, Pantera e Soulfly. Possuem um EP de 5 músicas gravado em 2009, e já tocaram em Jacarepaguá, Caxias (abrindo para o Massacration), além de quase todas as casas de shows de Petrópolis.

Fortemente influenciada pelo punk rock da década de 70, a Putrefatos apresenta composições sem nenhuma sofisticação musical e, muito menos, preocupações ideológicas. Para eles, o importante é compartilhar com a plateia a energia visceral e contagiante do rock’n’roll.

Formada em 2011 também na cidade de Petrópolis, a Pulse vem trabalhando para o lançamento do seu primeiro EP, influenciados por Foo Fighters, Nickelback, Red Hot Chili Peppers, Incubus, Linkin Park e Stone Sour.

Já a Hover canta em inglês e já se apresentou em palcos no Rio de Janeiro, Juiz de Fora-MG, e São Paulo, e prepara no momento seu primeiro lançamento com o atual nome, o auto-intitulado EP de 6 faixas.

Além dos shows musicais, outros artistas e projetos coletivos integram o evento, tais como: Alecrim, Bin, Cinema360°, Confraria da Poesia Informal, Espasmo, Guilherme Constantino, Haendel, Marcone, Joao Vitor dos Anjos, Matheus José Mineiro, Marcelo Zaz, Michael Lennertz, Olliver Reeve, Patty Canedo, Paulo de Carvalho – Coisa do Pará, Pacto (Catarina Maul e Graziele Araujo), Quinan, Renato Ras, Rodrigo Henter AK, Sandra Vissotto, Sunk, Ulysses Augusto e Tomate Seco.

Sorteios também acontecerão durante o evento, como o da colocação de piercing e doação de peça por Carol Mendes, e uma tatuagem por Xavier Tattoo.

O grito Rock Petrópolis acontece sob realização da produtora PETROPOLIS Inc, que vem se destacando, desde 2010, na realização e assessoria de projetos independentes, sempre visando a multiplicidade artística e uma abordagem coletiva da arte, atingindo jovens e adultos, privilegiando profissionais e amadores envolvidos com os diversos segmentos culturais. Com 17 eventos realizados e apoios concedidos a outras dezenas de iniciativas parceiras, foi indicada em 2013, pelo segundo ano consecutivo, ao Prêmio Maestro Guerra Peixe.

O evento acontece na Boate Savana (Dr Nelson De Sá Earp, nº 88 – Centro), dia 8 de fevereiro (sexta-feira), a partir das 18hs, com ingressos antecipados a 15 reais, ou 20 na porta.

Sobre o Festival
O Grito Rock é um festival realizado em rede, produzido de forma colaborativa desde 2005, em diversas cidades do mundo, de fevereiro a março, período de festas relacionadas ao Carnaval brasileiro, e se apresenta como uma opção complementar aos tradicionais festejos.

Conectando 300 cidades de 30 países, o Festival Grito Rock se torna global em 2013. Além da América Latina, mais países da Europa, Oceania, África integram-se ao evento.

Mais informações:
http://gritorock.com.br

compartilhe

comentários feed

+ comentar
sandra vi
 

super !! um verdadeiro milagre na cidade imperial kkkk

sandra vi · Petrópolis, RJ 8/2/2013 11:42
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados