Half Nelson - 30ª Mostra de Cinema SP

Divulgação
O que é história?
1
Fernando Mafra · São Paulo, SP
27/10/2006 · 89 · 2
 

Durante o colégio eu tinha um professor que constantemente esfregava as mão sobre o rosto e fungava. Ele era gente boa, mas um pouco bravo, e corria um forte um boato entre os alunos que ele usava drogas. Depois que me formei correu até um outro boato de que ele fora pego fumando maconha e transando com uma aluna no banheiro. Half Nelson rapidamente trouxe essas memórias à tona, apenas um breve adendo.

O filme é direto e sutil ao mesmo tempo. Dan é um professor de história que luta contra a apatia e violência diária normalmente enfrentada por professores de periferia tanto nos EUA, onde o filme se passa, como aqui no Brasil. Curiosamente, ao contrário de filmes do gênero “professor inspirador” – categoria que Half Nelson talvez ocupe – ele não luta com seus alunos ou contra membros de gangues, Dan luta consigo mesmo.

Um viciado em drogas, ao mesmo tempo em que é brilhante e engraçado, ele é patético. E é em um momento de fraqueza que Drey, garota de rosto forte e sisudo, uma de suas alunas o encontra. A partir daí uma relação se forma.

O filme trata de conflitos, mudanças, batalhas e conquistas. Ao ler a sinopse imaginei algo mais adolescente, como a garota tentando usar o professor para se dar bem. Mas não é nada disso, o ritmo do filme não muda, não há grandes reviravoltas nem cenas hipnóticas ou surreais para ilustrar os efeitos das drogas. O momento mais intenso do filme é dominado totalmente pela excelente trilha sonora do Broken Social Scene, quando os dois personagens atingem o ápice de suas angústias.

Um tema constante é a luta da minoria por seus direitos, surgindo nas aulas e em narrações dos alunos regados à imagens de arquivo de momentos pontuais da História americana.

Claro que temos tudo isso cercando a mudança. A mudança que Dan obviamente precisa, a de Drey, sendo tão jovem, não é tão obvia, talvez ela nem precise de uma mudança, e sim de conerência. Dan é um homem em conflito, diz lutar por algo, mas não consegue seguir em frente, e ainda entra em uma disputa de valores e controle com um traficante, o sujo falando do mal lavado.

Apesar do tema sério e intenso, o filme não parece pesado, há vários momentos de bom humor e empatia legítima, não pena. Um dos três (Junto com Fauno e Bomba Atômica) a receber minha nota 5 nessa mostra até agora, e com sorte entrará em cartaz ano que vem.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Roberto D. Jr.
 

Com certeza é muito bacana poder acompanhar a Mostra de São Paulo. Obrigado pela atualização dos filmes apresentados.

Roberto D. Jr. · Curitiba, PR 27/10/2006 16:13
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Parece um ótimo filme. E suas memórias também, Mafra. Você deveria compartilhar mais isso conosco, é um barato.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 28/10/2006 10:43
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados