Cortejo da Cobra Grande em Jacareí (SP)

MCintrão/divulgação
Cobra de empapelamento e retalhos é manipulada por atores no cortejo
1
M. Cintrão · Campo Grande, MS
1/9/2012 · 1 · 0
 

E se uma cobra gigante decidisse engolir uma cidade? Pois no repertório de lendas do folclore de Jacareí (SP) isso não só pode, como já aconteceu. No último domingo (26/08), os agitadores culturais do Instituto Sapucaia, ONG que atua desde 2006 na cidade, saíram pelas ruas do centro jacareiense em um cortejo que lembrou a lenda da Cobra Grande. O evento teve a participação de cerca de 100 pessoas, entre músicoss e artesãos do Grupo de Lutheria e Percussão Batucaia, integrantes do Moçambique Pedramar e populares.

Segundo a pesquisadora e gestora cultural Beatriz Borrego, coordenadora do Instituto Sapucaia, o projeto do Cortejo da Cobra Grande integrou a Semana de Folclore da Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu, autarquia municipal que incentiva a produção cultural na cidade.

“Nossa proposta com a realização do cortejo é contribuir para manter viva a cultura tradicional de Jacareí a partir do reavivamento de lendas e histórias da região”, afirma a pesquisadora. “A experiência desse cortejo vai enriquecer um projeto de memória que já está em andamento desde o começo do ano, o Ópera Caipira, que pesquisa e registra a memória da cultura da cidade, os saberes e fazeres do homem Valeparaibano”.

De acordo com a pesquisadora, a lenda da cobra grande tem registros a partir dos anos 1850, quando surgem as primeiras narrações de que teria havido uma cobra tão grande que seu corpo ia de Jacareí a Guararema.

“A cobra era muito brava e comia as barrancas do Rio Paraíba”, narra Beatriz Borrego. “Para acalmá-la, grupos de populares, em romaria, protegeram a cidade com o auxílio de uma imagem de Nossa Senhora da Conceição”.

Cobra que solta bala - O cortejo saiu da praça da Matriz da Imaculada Conceição, no Centro de Jacareí, e percorreu algumas ruas, ao som de cantos da cultura tradicional valeparaibana, acompanhados pela percussão do Batucaia.

A comitiva foi animada pela reprodução alegórica de uma cobra feita de retalhos e empapelamento, manipulada por músicos e populares. Enquanto a “Cobra Grande” evoluía pelas ruas, os bonequeiros que animavam a alegoria jogavam balas pelo caminho, provocando alegria e espanto entre as crianças que acompanharam o cortejo.

A manifestação encerrou-se às margens do Rio Paraíba do Sul, onde uma imagem de Nossa Senhora da Conceição foi depositada nas águas.

O projeto Ópera Caipira tem o apoio da Prefeitura de Jacareí, por meio da Lei de Incentivo Fiscal à Cultura, da Fundação Cultural Jacarehy José Maria de Abreu e da CCR NovaDutra.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Imagem de N. S. da Conceição foi lançada nas águas do Rio paraíba zoom
Imagem de N. S. da Conceição foi lançada nas águas do Rio paraíba
Grupos Batucaia e Moçambique Pedramar deram o tom do cortejo zoom
Grupos Batucaia e Moçambique Pedramar deram o tom do cortejo
O cortejo percorreu várias ruas de Jacareí com participação popular zoom
O cortejo percorreu várias ruas de Jacareí com participação popular

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados